Prefeito faz pronunciamento na Câmara sobre medidas preventivas ao coronavírus

por Maria Eduarda última modificação 16/03/2020 13h44
Chico Brasileiro abordou também os reflexos econômicos para o Município

Nesta segunda-feira (16), o prefeito Chico Brasileiro (PSD) compareceu à Câmara de Vereadores para esclarecer algumas dúvidas referente ao Decreto n° 27.963, publicado no Diário Oficial no domingo (15). As ações adotadas como forma de prevenção da doença, ainda estão sendo moldadas, e outras ainda podem ocorrer, dependendo das reuniões que estão marcadas para hoje com o setor privado e líderes religiosos para novas medidas.

Ao falar sobre os casos, o prefeito apresentou os números do monitoramento realizado pelo Setor de Epidemiologia. Seis casos foram descartados e outros seis casos estão sob investigação. Os dados são atualizados toda tarde, e podem mudar. Não há ainda nenhuma confirmação, mas segundo ele, é necessário que medias de prevenção sejam tomadas.
“O que nós temos observado em outros estados do Brasil, é uma velocidade muito grande que os dados apresentados já não batem. Os numéricos reais são sempre maiores que os oficiais. Essa velocidade precisa ser freada” reforçou Chico Brasileiro.

A prefeitura uniu forças com a Equipe técnica do Hospital Municipal, a Equipe do Curso de Medicina da Unila e toda a equipe técnica de infectologistas da Secretaria Municipal de Saúde para elaborar as medidas de contenção e prevenção da doença.
“Hoje haverá uma reunião com o setor privado, as universidades e as escolas estaduais. Nós estamos propondo que também haja esta suspensão, a fim de evitar a aproximação de pessoas em locais de grande aglomeração” informou.
Aulas e eventos suspensos

No decreto, a Prefeitura informou que as aulas na rede municipal de ensino estão suspensas e todos os eventos programados foram cancelados por 15 dias. Além disso, não serão emitidos novos alvarás para eventos. A medida durará o tempo que for necessário, de acordo com o quadro de evolução ou contenção do vírus.

Fronteiras

Em relação as fronteiras, com o Paraguai e a Argentina, Chico informou que ainda aguarda uma resposta, pois o município não tem autonomia para decidir. “Nós estamos aguardando o Governo Federal tomar alguma medida ainda nessa semana. Nós estamos encaminhando hoje as medidas que foram adotadas pelos países vizinhos, mas que nós, município, não temos autonomia, nem sobre a Ponte Internacional da Amizade e a Ponte da Fraternidade. Essas medidas são exclusivas do Governo Federal”, explicou.

Transporte Público

Os vereadores parabenizaram as medidas e mostraram total apoio em relação as mudanças programadas. Durante os comentários, o transporte coletivo foi citado, e o Prefeito logo informou que hoje, será feita uma reunião com o FOZTRANS e o Consórcio Sorriso para que as medidas necessárias sejam tomadas.
Suporte de saúde
Em relação ao suporte saúde, Chico Brasileiro informou que foram adquiridos na semana passada equipamentos para 17 novos leitos de UTI – Unidade de Terapia Intensiva. Com a necessidade de espaço, devido a doença, as cirurgias eletivas serão reduzidas, de acordo com a necessidade dos setores.

Economia e Turismo

O prefeito Chico informou que os reflexos econômicos para a cidade estão sendo avaliados. “Precisamos verificar o impacto desta crise no ponto de vista das receitas como o ISS, o IPTU. Diante dessas informações financeiras, nós poderemos tomar atitudes de reequilíbrio financeiro na prefeitura, para não perdermos as metas fiscais que terão que ser alcançadas”, comentou.
Segundo o prefeito, o setor turístico está sendo muito afetado com as medidas e o cancelamento de eventos. Para ele, a crise afetará a hotelaria, a economia das empresas e a economia da Prefeitura. Na opinião de Chico Brasileiro, “todos os setores precisam unir forças neste momento difícil, para preservarmos nossa cidade e os moradores, até que o surto seja controlado, não só em nosso Estado, mas em todo o país”.


Texto: Maria Leithardt com supervisão de Elson Marques

registrado em: ,